Lanchas

Corrosão no cárter de óleo

por Capitão Vincent Daniello
Postado em 08 de Janeiro de 2018

Cinco passos para lidar com isso

(Foto: arquivo/Mariner Brasil)Se a água do porão do seu barco corroer o cárter de óleo do motor e ele começar a escorrer a ponto de o alarme de pressão de óleo soar, você tem poucos segundos para reagir. Se não o fizer, "você perceberá que o motor começará a hesitar", diz Michael Wheeler, da HHB Marine Services, de Hampton, New Hamphsire (EUA). "Depois disso, os rolamentos principais se estragam e, na sequência, os pistões se fundem com os cilindros, travando o motor." Evite esse cenário pavoroso seguindo as dicas abaixo.

1 - Verifique
A primeira linha de defesa é a vareta (Foto: Capt. Vincent Daniello)

 

 

 

 

 

 

 

A primeira linha de defesa é a vareta. Algumas vêm com o-ring de vedação, e a medição do nível correta só se dará depois que o óleo preso no tubo escorrer para o cárter. Para a leitura do nível, retire a vareta, limpe com um pano sem fiapos e reinstale. Puxe para fora uma segunda vez e veja se o nível está entre as marcas de máximo e mínimo. 

2 - Previna
Examine periodicamente o fundo do cárter com um espelho e uma lanterna (Foto: Capt. Vincent Daniello)

 

 

 

 

 

 

 

Wheeler sugere que você examine periodicamente o fundo do cárter com um espelho e uma lanterna. Se achar ferrugem, use uma lixa para eliminá-la e, em seguida, aplique uma boa camada de tinta para cárter com um pincel ou rolo de 5 cm de largura. 

3 - Decida
Troque o cárter toda vez que a profundidade da corrosão atingir 10% de sua espessura (Foto: Capt. Vincent Daniello)

 

 

 

 

 

 

 

A Mercruiser recomenda trocar o cárter toda vez que a produndidade da corrosão atingir 10% de sua espessura. Usando um cinzel ou chave de fenda, cutuque a área atingida. Metal em boas condições não deve ceder nessas condições. Se conseguir furar o cárter, dê graças a Deus: você acaba de se safar do pior. 

4 - Troque
Para trocar o cárter do seu motor, apoie um viga de 150 mm x 150 mm de madeira resistente no convés do seu barco, acima do motor. Com uma talha manual, eleve o motor e calçe com pedaços de madeira na altura das longarinas. 

5 - Escolha
Escolha um cárter de alumínio, desses que já equipam muitos motores de série, para substituir o seu avariado. Ele não vai enferrujar, mas também está sujeito a corrosão. Eles são mais espessos do que os de aço e também mais enjoados para serem pintados. 


Dica
Óleo leitoso ou bege é um sinal de que está entrando água no seu motor. Fique atento também para marcas coloridas na água do porão. Muitos vazamentos fatais começam pequenos. 

Newsletter

Cadastre-se para receber nossas novidades!

comentários