Notícias

Como a tecnologia Street View, do Google, foi usada para registrar vias aquáticas na Flórida

por Kim Kavin
Postado em 14 de Setembro de 2018

Jim Hilkes, da empresa PlacesMobile, conta como criou o aplicativo Waterway View, que possibilita, com a tecnologia Street View, a visualização panorâmica de um trecho da via aquática Intracoastal Waterway, na Flórida

Insta360 Pro, a câmera que fez o aplicativo de Hilker possível (Foto: divulgação)A partir de 2012, Jim Hilker – presidente e CEO da empresa de tecnologia PlacesMobile – promoveu o registro visual de aproximadamente 4 mil negócios para o Google Street View, a tecnologia que possibilita que qualquer pessoa, clicando sobre um mapa virtual, visualize de forma panorâmica o lugar desejado. Há cerca de dois anos, o Google solicitou que ele e outras pessoas criassem mais usos para a ferramenta, e então, há um ano, Hilker teve uma epifania enquanto navegava em Sarasota, Flórida (EUA), a bordo da lancha de um amigo.

“Estávamos navegando e nos divertindo e, inspirado pelo trabalho que fiz com o Google Street View, imaginei como seria bom se pudéssemos visualizar, com antecedência, os lugares pelos quais passaríamos na água”, diz Hilker. “Queríamos visitar algumas outras áreas, mas não sabíamos como elas seriam ou o que haveria por lá.”

Voltemos ao presente. Hilker – em parceria com Marine Industries Association of South Florida, MarineMax e Boat Owners Warehouse – filmou 150 milhas da Intracoastal Waterway (uma via navegável de 3 mil milhas ao longo das costas do Atlântico e do Golfo do México), bem como os rios e canais ligados a este trecho.

O vídeo foi transformado em um aplicativo gratuito chamado “Waterway View”, que possibilita que pessoas de qualquer lugar vejam e saibam como este trecho é, além de conhecer os restaurantes e marinas que o margeiam.

“Fomos ao norte até Jupiter Inlet, e cobrimos todas as áreas ao sul, incluindo o Rio Miami”, explica. “Ainda vamos finalizar o sul da Baía Biscayne, Ocean Reef e Key Largo.”

Segundo Hylkes, houve uma inesperada curva de aprendizado. Filmar sobre a água é mais difícil que em terra firme, e quanto mais devagar se conduz o barco (em uma área sem ondas, por exemplo), mais problemático é operar o aparato tecnológico usado para capturar as imagens.

“Meu plano é fazer isso em todo o país, incluindo lagos e rios, em até oito anos”, revela.

Impróprio para navegar
O aplicativo Waterway View não é uma ferramenta de navegação. Antes, serve para amigos e família, relaxando em um salão ou cockpit, conhecerem de antemão as lojas e restaurantes presentes nos lugares que vão visitar. 

Newsletter

Cadastre-se para receber nossas novidades!

comentários