Notícias

Recorde histórico marca os cinquenta anos de Regata Volta à Ilha

por Redação Mariner Brasil
Postado em 10 de Dezembro de 2018

Com 7h43m46, Itajaí Sailing Team estabelece melhor tempo em meio século de disputas da principal regata de vela oceânica de Santa Catarina

(Foto: Green Multimídia/ICSC)Nem os mais otimistas velejadores poderiam prever o que o sábado (8) reservava para as tripulações que participaram da histórica 50ª edição da Regata Volta à Ilha. Comemorando meio século de muitas emoções, a principal disputa de vela oceânica do estado foi premiada com um dia perfeito de velejo e após 7h43m46s, o Itajaí Sailing Team quebrou o recorde da competição, que pertencia ao Mano Champ´s - 8h43m01s - desde 2011. Com vento sul de 12-15 nós, a última etapa da Copa Veleiros de Oceano teve um altíssimo nível técnico com mais três tripulações superando a barreira das nove horas.

Durante todo percurso as condições de vento foram perfeitas e propícias para a quebra de recorde. Já no início Itajaí Sailing Team, Catuana Kim, Zeus Team, Katana/Portobello, Kiron 4 e Corta Vento aproveitaram as boas rajadas na Baía para velejar com velocidade até o extremo sul da ilha. Com as condições mantendo pressão, os veleiros levantaram balão e navegaram em linha reta por todo leste da ilha até a chegada ao norte. Ao passar pelo través de Jurerê, a equipe itajaiense já abria boa diferença e ao que tudo indicava a quebra de recorde era mera questão de tempo. Ao aparecer na Baía Norte, o IST acertou os últimos pontos até cruzar a linha entre a Comissão de Regatas e bóia, nas proximidades de Forte Sant´Anna, com a Ponte Hercílio Luz de fundo.

“Com certeza foi uma marca história e o Iate Clube de Santa Catarina está de parabéns por organizar um evento tão grandioso em uma data especial. Antes da largada as condições já mostravam que a quebra de recorde era uma possibilidade. Estamos bem contentes por poder quebrar o recorde justamente no ano que a Volta à Ilha completa 50 anos”, avalia Marcelo Gusmão, comandante da tripulação fita azul.

Dia de marcas inéditas
Não foi só a performance do campeão que impressionou neste sábado. Até a atual edição, apenas duas equipes haviam completado a Regata Volta à Ilha abaixo de nove horas: Mano Champ´s e Catuana Kim, ambos em 2011, ano em que o Mano Champ´s quebrou o recorde. Se em 49 anos apenas dois barcos conquistaram o feito, nesta edição quatro baixaram a marca mostrando que o dia estava realmente propício para a velejada.

Segunda tripulação a cruzar a linha de chegada, o Zeus Team completou o percurso em 8h49m20s, sendo essa a marca mais rápida da história feita por um barco da classe C30 na competição. “Hoje foi um dia incrível. Vento bom durante toda a regata e estabelecer marcas é sempre bacana. Foi um ano muito bacana e terminar desta maneira é melhor ainda”, comenta Inácio Vandresen, comandante do Zeus Team, campeão da classe C30.

Além de Itajaí Sailing Team e Zeus Team, o Catuana Kim, com 8h50m06s, e Katana/Portobello, com 8h57m27s, foram as demais tripulações a baixar a marca das 9h. Inclusive, o Catuana Kim, que com a marca garantiu a vitória na classe ORC, passou a ser a primeira equipe a conseguir o feito duas vezes, colocando mais um dado histórico nos registros da 50ª edição da Regata Volta à Ilha.

Após a chegada dos quatro primeiros, o dia seguiu com excelentes performances como as de Kiron (9h13m10s), Corta Vento (9h22m45s) e Absoluto (9h42m13s). Nas disputas da RGS Geral o título da competição ficou com o Missionário seguido por Gosto D´Água, enquanto na RGS Cruzeiro o campeão foi o Quival com o Sorelle na segunda posição.

O Jantar de Premiação da 50ª Regata Volta à Ilha acontece na próxima quarta-feira, a partir das 20h, na Sede Central do ICSC.

Newsletter

Cadastre-se para receber nossas novidades!

comentários